quarta-feira, 4 de março de 2015

PADRE JORJÃO E GUIDO SCHAFFER

Padre Jorjão é definitivamente um cara simpático. Essa simpatia já deve ter convertido muita gente ao catolicismo (obviamente uma das primeiras coisas que ele perguntou ao conversar comigo foi se eu era católico - não sou nem pretendo me tornar). E conquista muitos fiéis, além de gente que estava afastada da Igreja. O papo agora é com ele, sobre a biografia que ele acaba de lançar do surfista, médico, religioso e - espera-se - futuro santo Guido Schaffer.
Eu não desconfiava disso, mas o processo de beatificação de uma pessoa não acontece de graça, porque Deus quer. Envolve entrevistas, compra de passagens, pagamento de diárias em hotéis, gente que vem de Roma, de São Paulo (do tribunal eclesiástico), entrevistas, comprovação de documentos, de milagres, etc. Até que Guido (que já teve alguns milagres relatados após 2009, quando morreu) torne-se santo, muita coisa vai acontecer. Se você tiver um mínimo de interesse pelo assunto ou pela vida de Guido - temas que de nenhuma forma poderiam estar de fora da pauta de um jornal popular - segue aí a matéria que fiz com Jorjão para O Dia.




Nenhum comentário:

Postar um comentário