terça-feira, 9 de junho de 2015

KLEITON & KLEDIR

Estou vendo bem pouca repercussão do disco Com todas as letras, o mais recente da dupla gaúcha Kleiton e Kledir, no qual eles fazem diversas parcerias com escritores gaúchos. É de longe o melhor disco de música brasileira lançado até agora em 2015. Melhor até que Gal estratosférica, de Gal Costa, que geral vem comentando.

Tudo começou com um texto deixado a Kledir pelo amigo escritor gaúcho Caio Fernando Abreu - e que virou uma música no novo disco, Lixo e purpurina. Foi o ponto de partida para que os dois, que nas horas vagas atacam também nas letras (Kleiton lança o primeiro romance em breve), chamarem o escritor e pesquisador Luis Augusto Fischer para dar uma ajuda e, agora em trio, convocarem nomes como Daniel Galera, Luis Fernando Veríssimo e Martha Medeiros para, alguns deles pela primeira vez na vida, escreverem letras de música. Letras de verdade, nada de poeminhas que viram letras ou textões retrabalhados para serem encaixados na melodia.

Quem pôde ver o kit que chegou para jornalistas - que vai para o site da banda - viu também que a dupla, numa era em que a música sai do CD e vira streaming, decidiu inovar nas artes gráficas. Convidaram vários artistas para realizar interpretações caligráficas de todas as letras do álbum. Ficou bem legal.

Confira o papo com a dupla aí ao lado, como saiu no O Dia pouco antes de eu entrar de férias.




Nenhum comentário:

Postar um comentário