segunda-feira, 30 de novembro de 2015

ELZA SOARES

"Todo mundo está aqui para fazer uma coisa. Meti na cabeça que vim não para deixar uma marca no mundo, mas uma mancha! Abri uma porta para entrar. Tem sempre que dizer ‘sou boa, sou maravilhosa’, bota isso na cabeça. Olha no espelho e ri para você mesmo, faz alguma coisa. Tem que ter fé, acreditar!”

"Os homens têm que aprender que respeito é bom e a gente gosta. A mulher precisa ser mais amiga da mulher, ela não tem solidariedade. Elas vivem competindo".

"A Amy Winehouse era fã minha, sabia disso? Foi um grande presente fazer esse show com o pai dela”.

"Lembro da Susan Boyle (cantora que foi ridicularizada pelo júri no show ‘Britain’s Got Talent’, na Inglaterra,). Ela canta pra caramba, calou a boca de todo mundo no programa, né? É a tal discriminação, a pessoa nem conhece e já sai discriminando"

Melhor relação custo-benefício da minha história como jornalista: em quinze minutos de papo por telefone, Elza Soares me falou isso tudo. Capa de hoje do Caderno D de jornal O Dia.




Nenhum comentário:

Postar um comentário